sexta-feira, 15 de outubro de 2010

+ 21 maneiras simples de driblar a timidez


Classificação: Para os desesperados

Quando criança, eu era extremamente tímida. Quem convive comigo hoje - e nunca lidou com meu eu do passado - certamente não me reconheceria lá pelas orlas da infância. Por tal motivo, resolvi escrever este artigo aqui de utilidade pública. Para que todos os tímidos possam um dia - ou daqui a dois minutos, quando terminarem de ler a postagem - se tornar grandes ex-tímidos, graças a essa tonelada de palavras de estímulo - que nada mais são do que besteira -, mas que ainda assim podem fazer proezas pela sua vida (que até agora foi tão auto-depreciativa e flagelada, à margem das delícias de ser um ser social). Pois bem, aos que duvidam, eu garanto: todas essas sutilezas aqui descritas foram testadas por amigos, conhecidos, parentes, e até por mim mesma - tornando-me este ser de um metro e meio que hoje não teme ninguém. E se não funcionar com você, bem... É o caso de procurar um especialista.

1. O primeiro percalço a ser driblado nessa sua trajetória é, sem dúvida, ir a um supermercado 24h vestindo pijama ou de pantufas (de preferência à noite, óbvio).

2. Diga "oi" para a moça do bombom.

3. Agradeça quando algum porteiro abrir a porta para você.

4. Sorria ou converse no elevador (até mesmo sozinho, se for o caso), soltando comentários rasos e frases educadas.

5. Nunca se esconda na hora do "Parabéns", nem fuja no momento dos discursos. Isso faz parte de um processo de conhecimento importantíssimo. E se mandarem você dizer alguma coisa, retruque, sorrindo: "Até parece!"

6. Se você for um menino em período escolar, experimente ultrapassar o muro de Berlim invisível no meio da sala (bom, isso existia no meu tempo), e sente-se ao lado das meninas. Se for uma menina, sente mais perto dos meninos, mas sem parecer muito atirada, ou descole umas amiguinhas extrovertidas e se infiltre.

7. Não fuja da roda, nas festinhas à la boite.

8. Ouça música boa. Deixe de lado essa metálica que te acossa!

9. Compre um chapéu de frevo. Use-o. Eu te desafio.

10. Pegue leve quando te derem uma zoada. Desencane. Rir de si mesmo faz tudo parecer tão mais fácil!

11. Crie um blog para falar de besteiras, tudo o que vier em sua cabeça. Extravase. Qualé, pessoal, os blogs não estão assim tão defasados... Tem tanta gente ganhando dinheiro com isso. Tente até um videoblog, se embarcar nessa de uma vez.

12. Coma com a mão. Em restaurantes meio chiques, pizzarias, na casa da sua avó... Não importa. Assim, quem vai sentir vergonha por você são os outros. Bacana, né?

13. Cante alto no karaokê do shopping. Cante na rua, no carro, no ônibus. E se alguém rir do seu desafino, solte uma piscadela das boas.

14. Vire o boné. Desabotoe a camisa. Sacuda o cabelo. Uns tapinhas na cara.

15. Solte uns peidinhos na frente da sua mãe.

16. Aprenda a barganhar.

17. Coma sua meleca. E não se afobe com quem criticar. Nada de ficar vermelho. É sua mesmo. E o que vai, volta.

18. Converse mais com seus parentes, torne-os chegados. Eles sempre dão um jeito de expor os seus defeitos de uma maneira leve e engraçada, de modo que isso também vai perder o peso depreciativo para você, tornando-se apenas o que são de verdade: meros defeitos. E não desculpas para um suicídio.

19. Leia gibis publicamente. Por quê? Sempre vai ter pelo menos um cara no seu círculo de conhecidos que lê também, mas nunca teve a audácia necessária para admitir. O resultado? De tímido, você vira o interessante corajoso.

20. Não tenha medo de errar palavras, dizer besteiras. Todo mundo erra mesmo, isso até eu já aprendi. Se for o caso, se enturme com um nerd por aí e faça ele te ensinar umas frasesinhas impactantes. E mais: conte umas piadas, que tal? Nunca esperaram isso de você, não é? Por isso mesmo. Vindo do ser mais impróval, se torna ainda mais engraçado.

21. Por fim, a regra de ouro. É simples, é íntima: nas apresentações de slide, trabalhos, eventos e afins, improvise, não se prenda ao manuscrito, diga aquilo que absorveu. Olhe reto. Olhe na cara de quem te assusta. Olhe bem nos olhos do professor. Olhe bem no rosto do seu sonho de consumo. Seja na faculdade, na escola, no seminário. Demonstre confiança. Olhe nos olhos de todos eles. E pense: "Venci."

20 comentários:

  1. Belo post!
    Lembrei de mim muitas vezes ao ler esse texto.

    ResponderExcluir
  2. Só discordo na parada da meleca mais o resto vou tentar fazer... =D
    Mais um dica: (se posso dar uma)
    Fale o que tiver na sua mente ñ pense mt na próxima frase apenas fale e pronto!!

    ResponderExcluir
  3. o Blog é mto loko msmo gostei mais essa:
    17. Coma sua meleca. E não se afobe com quem criticar. Nada de ficar vermelho. É sua mesmo. E o que vai, volta.

    kkkk...vlw

    ResponderExcluir
  4. "Ouça música boa. Deixe de lado essa metálica que te acossa!"
    q eu saiba isso eh post para deixa de lado a timidez ,e não para fazer gente sem cultura fazendo-as a escutar algum tipo de musica soh para entra em algum grupo social

    pra mim esse seu artigo foi preconceituoso

    ResponderExcluir
  5. e quem eh você para fazer um post sobre sair da timidez???
    quando vc mesmo se diz anti-social

    ResponderExcluir
  6. http://www.yperlink.com

    O Agregador de noticias Yper Link esta todo repaginado, entre e confira
    Leia ótimas noticias e promova seu blog
    http://www.yperlink.com

    ResponderExcluir
  7. Delícia de post.

    Que tal publicá-lo neste agregador?!

    http://migre.me/1hPvF

    ResponderExcluir
  8. Mudaram as estações, nada mudou!

    Valeu!

    ResponderExcluir
  9. Sinceramente, acho que metade do que está aí não serve de nada.

    Comer meleca? PQP!!!

    Enfim, acho que é uma boa visitar shoppings e entrar em lojas de roupa, os vendedores vão te obrigar a falar, hahahahahahaha

    O importante é ter um grupo de amigos, e nesse meio falar bem, o resto vem com o tempo...

    ResponderExcluir
  10. Nossa. Muito bom.
    Achei bem inspirador.

    Adoreei, de verdade. =D

    ResponderExcluir
  11. como assim comer a propria meleca
    isso e idiotice

    ResponderExcluir
  12. Oi, pessoal! Fico bastante feliz por terem gostado do post! Valeu mesmo.
    E aos que não gostaram, tudo bem. A minha intenção era divertir um pouco, dar algumas dicas eficazes e descomplicadas (que de fato foram testadas, ainda que não todas por mim), e não criar polêmica. "Livrar-se da metálica" é só um jeito de generalizar o tipo de gosto musical que afasta as outras pessoas de você, e normalmente te faz parecer um ser estranho... Então, bem, não é uma questão de preconceito, nem de ouvir música lixo-massificada para agradar aos outros... É só uma questão de rever certas preferências, para buscar conhecer outras coisas, outros sons, alargar horizontes.
    E sobre a meleca, aos reclamões, eu peço que me perdoem. Nunca comi meleca. Mas este assunto me fascina! Se existe algum La Rochefoulcauld que esteja disposto a me ajudar a desnudar e entender esse fetiche estroncho... Então, que leia também este meu outro post: http://acessaessa.blogspot.com/2010/06/degustando-uma-bustelinha.html
    Valeu, gente! Espero que continuem prestigiando, e opinando também! Qualquer e toda contrbuição é bem-vinda.
    E, por fim, eu não sou antissocial. Sou MEIO antissocial. O que significa que as dicas, pelo menos numa metade, funcionaram!

    ResponderExcluir
  13. gostei muito das dicas, vou usar algumas delas amanha na escola ja OGB *-*

    ResponderExcluir
  14. eu tbm ate uma certa idade tinha vergonha de tudo

    -se vc tem vergonha de pedir informaçao na rua
    -entrar numa loja de roupa pq sab q os vendedores vaum cv cm vc
    -nunk vai à praia de sunga so de bermudao
    -no vestiario toma banhu de cueca,e troca de roupa cm uma toalha tampando
    -e pensa em falar alguma coisa e fala consigo msm,nao ,isso nao....
    -e mais milhoes de coisas.

    cara vc ta na timidez quase na ultima fase
    pense ne uma frase q te levanta a moral
    eu msm peguei uma frase q minha mae leu para min na biblia cara
    num sei q parte tah mas eu gostri e me ajudou mt ate hj "Os Timidos nao entraram no reino dos ceus"....num sei se o contexto dessa frase eh outro mais eu peguei ela pra min

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Muito bom o seu blog!

    Seu link foi cadastrado no portal Links de Sucesso.

    Para visualizar este cadastro e publicar novos links, visite nosso site.


    Atenciosamente,

    Equipe Links de Sucesso
    www.linksdesucesso.com

    ResponderExcluir
  16. Essa do pijama é clássica minha. Inclusive, inspirado neste post, ontem fui a um bar atrás aqui de casa encontrar com amigos de calça (prefiro calça mesmo), chinelo e uma camisa de pijama. Eles já estão tão acostumados que ninguém comentou nada, haha.

    Como parece que você está aceitando dicas, vou escrever algumas coisas que já fiz, talvez ajuda a tirar a timidez de alguém.

    – Já fui numa festa de aniversário de penetra e puxei os parabéns pro aniversariante. Claro que pedi ajuda a um amigo e cantei com bastante animação para não ficar sobrando, haha. (Você pode apagar as luzes se não tiver coragem pra tanto, isso até ajuda.)
    – Levantei as calças até o umbigo e fiquei pedindo informações pra uma pessoa sentada (que fica à altura da calça).
    – Conversei sobre arte moderna inventando nomes, nacionalidades e modos estranhos de pintura. Essa foi a que mais ri depois.
    - Já apresentei um amigo como se fosse meu namorado, haha.
    - Toda vez que estou do lado de um cara mais velho e alguém me pergunta quem é, falo que é meu pai (e sempre colaboram com a piada, hahaha)
    - na 8ª série de vez em quando pedia pra vigiar carros na saída da escola pra poder comprar chup-chup (excelente essa).

    Espero ter ajudado. ;)

    ResponderExcluir
  17. uahUHAUhauHAUhaahUAHuhauHA

    Nossa, essas suas dicas são muito boas! Você é que deveria ter escrito esse post... Já é um veterano!
    Valeu, muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  18. Esse post foi legal, e com certeza seja si mesmo e mergulhe fundo e não ligue se tem pessoas ou não lhe olhando, o que importa é ser FELIZ !!
    beijos barbara!!

    xauu

    ResponderExcluir